Projeto Turístico comunidade vai à floresta será implantado em São Geraldo do...

Projeto Turístico comunidade vai à floresta será implantado em São Geraldo do Araguaia

Projeto desenvolvido pela Flona Tapirapé-Aquiri, que estimula visitação nas UCs do Mosaico de Carajás e investe em educação ambiental, será estendido a áreas protegidas estaduais

0
COMPARTILHE
Equipe do ICMBio em visita à casa de Pedra na unidade de conservação

A parceria com o Ideflor-Bio, responsável pela gestão das UCs estaduais, levará o Comunidade Vai à Floresta para o Parque Estadual Serra dos Martírios/Andorinhas e Área de Proteção Ambiental (APA) em São Geraldo do Araguaia.

Os municípios de Marabá e São Geraldo do Araguaia serão os principais beneficiados neste primeiro momento. Na sequência, outras áreas deverão ser atendidas.

“As ações têm ganhado proporções satisfatórias, tendo em vista que impulsionam o uso público nas unidades de conservação, além de semear práticas sustentáveis junto à sociedade, gerando notório reconhecimento ao trabalho realizado pelo ICMBio na gestão das UCs federais”, disse Jayme Pereira, que atua no Centro de Visitantes do Mosaico de Carajás.

Cachoeira Quarta Queda em São Geraldo do AraguaiaNo mês passado, a equipe da Floresta Nacional Tapirapé-Aquiri fez uma visita técnica às unidades de conservação estaduais que serão incluídas no projeto.

Depois de conhecer os principais atrativos, o grupo definiu, junto com os técnicos do Ideflor-Bio, os roteiros de visitação de caráter educativo e de turismo ecológico.

A Floresta Nacional (Flona) Tapirapé-Aquiri, em Paraupebas (PA), firmou parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Pará (Ideflor-Bio) para levar às unidades de conservação (UCs) estaduais o projeto Comunidade Vai à Floresta, criado pela equipe de gestores da Flona.

O projeto estimula a ida das comunidades locais às unidades de conservação do Mosaico de Carajás, que fica na região da Flona. Durante as visitas, são realizadas atividades de educação ambiental com o objetivo de despertar o olhar crítico das pessoas a respeito da preservação do meio ambiente.

Desenvolvido com apoio do programa de voluntariado da Floresta Nacional Tapirapé-Aquiri, o projeto, segundo os gestores, encontra-se em fase de expansão, ganhando cada vez mais força

Comente com Facebook

SEM OPINIÕES

DEIXE UMA OPINIÃO